Câmara municipal de Alfenas MG A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Leia: resumo da reunião ordinária desta segunda


Em 30/01/2018 - Leia: resumo da reunião ordinária desta segunda

Mudança de faixa de pedestres próxima ao Hospital Alzira Velano

Após a leitura das indicações dos vereadores, Domingos dos Reis Monteiro (Dominguinhos/ PSB) apresentou slides com questionamentos sobre dois problemas. A princípio foi mostrado um vídeo do proprietário do estabelecimento Alfa Pneus, com reclamações sobre uma faixa de pedestres localizada em frente a um dos portões do estabelecimento. De acordo com o proprietário, a faixa prejudica o movimento da loja e, além disso, oferece risco aos pedestres que tentam atravessar no local. O Vereador disse que a reclamação já foi apresentada à secretaria responsável e que o problema será resolvido em breve.

Reginaldo Aparecido Flauzino (PHS) sugeriu a instalação de uma faixa elevada no local, que fica próximo ao Hospital Alzira Velano, e Fábio Marques Florêncio (PP) disse que o ideal seria um semáforo no local, para evitar acidentes e facilitar o trânsito intenso da região.

 

Mato e sujeira pela cidade

Ainda apresentando slides, Dominguinhos mostrou diversos pontos da cidade, principalmente terrenos, com muito mato. Lembrando seu comentário da última reunião, o Vereador cobrou novamente mais fiscalização da Prefeitura para fazer valer a Lei, que determina a limpeza de terrenos pelos proprietários.

 

Vinda da empresa Cata para Alfenas

João Carlos Tercetti (PRP) parabenizou o trabalho de todos os vereadores da Casa junto ao Executivo Municipal na aprovação do projeto que possibilitou a vinda da empresa Cata Tecidos e Embalagens Industriais Ltda para Alfenas. O Projeto foi aprovado em 2017, cedendo em comodato um imóvel para a empresa, que em contrapartida aos incentivos econômicos autorizados pela lei, se comprometeu a gerar no mínimo 146 postos diretos de emprego.

Há alguns meses, os Vereadores Edson Lelis dos Reis (PR), Waldemilson Gustavo Bassoto (Padre Waldemilson/ PROS) e o Presidente da Câmara, José Carlos de Morais (Carlinho Vardemá/ PMDB), visitaram a sede da empresa Cata Tecidos e Embalagens, no Estado da Bahia, para conhecer melhor as suas atividades.

Segundo informações do Jornal dos Lagos, a partir de outubro a unidade deverá estar em funcionamento, gerando cerca de 240 empregos diretos e 60 indiretos.

 

Votação de projeto adiada

A votação do Projeto de Lei de autoria do Vereador Vagner Tarcísio de Morais (Guinho/ PT), que institui o Programa RECONSTRUIR, foi adiada por sete dias, a pedido do Vereador Waldemilson Gustavo Bassoto (Padre Waldemilson/ PROS). De acordo com Waldemilson, a Comissão de Constituição, Legislação, Justiça e Redação Final (CCLJRF) não avaliou o projeto da mesma maneira que outros já foram avaliados e julgados como “vício de iniciativa”, ou seja, projetos que devem partir do Executivo. Antônio Carlos da Silva (Dr. Batata/ PSB), que faz parte da Comissão, justificou a aprovação explicando que a emenda apresentada pela CCLJRF faz com que a Lei seja regulamentada mediante decreto do Executivo.

O Projeto tem a intenção de promover a arrecadação de materiais de construção, com o propósito de disponibilizá-los à comunidade carente da cidade, criando um elo entre quem precisa descartar e receber os materiais.

 

Requerimentos

Além dos requerimentos enviados por Comissões pedindo maiores informações sobre projetos que estão em tramitação, a Vereadora Kátia Goyatá (PDT) apresentou três requerimentos. O primeiro pede a Relação Municipal de Medicamentos (REMUME) e informações sobre qual o protocolo atualmente existente para a entrega de medicamentos, fraldas e dietas pelo município. O segundo Requerimento da Vereadora apresenta questionamentos sobre o transporte escolar da cidade e o terceiro, requer o envio de lista de servidores em estágio probatório da Secretaria Municipal de Educação e classificação dos professores P1 e ADH, nos anos de 2017 e 2018.

Reginaldo Aparecido Flauzino (PHS) também realizou requerimento para saber quando ocorrerá o conserto dos maquinários que se encontram parados no pátio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e qual o valor gasto com a locação de maquinários pela Prefeitura Municipal. Flauzino justificou seu requerimento ressaltando a grande necessidade que a cidade possui de serviços nas vias públicas urbanas e rurais e lembrou também que essa solicitação já foi feita em 2017 e os problemas continuam.

 

 ASCOM/ Câmara Municipal de Alfenas